12:43:00
0

Nas mais belas canções que das árvores brotam o silêncio continua sendo meu verdadeiro amigo, é tão estranho essa angústia que corre pelo peito, esses pensamentos que me segue constantemente sufocando toda felicidade ou rastro de alegria que ainda cultivo.

Novamente vislumbro a imensidão, pessoas cruzando as ruas apressando os passos em um caos frenético, sou um desconhecido em meio a essa multidão.


Preciso esperar por mais um tempo e tentar tirar ao menos ao escurecer da noite esse sentimento, gostaria que fosse tudo diferente.