14:16:00
0

Ontem fiquei o dia todo com uma impaciência doentia, a impaciência foi tanta que em vez de voltar para casa depois do trabalho decidi ficar sentado no banco de uma praça aqui perto.

Hoje observei que de certo ponto isso foi motivado pelo estresse do dia, o corre corre da vida não dá tempo para ao menos parar e  olhar o sol, o mar, às árvores, parece que vivemos para o consumo para o ter. Uma vida pré-estabelecida como robôs.


Vasculhando textos, olhando alguns livros encontrei diversos assuntos que trata do modo de vida, o afastamento do consumo, a tranquilidade de uma vida simples, comecei a pensar mais profundamente como nós seres humanos estamos deixando levar nossas vidas para uma solidão profunda. 

Durante o dia me distanciei de alguns coisas que tem me afetado muito como ficar distante da internet só usando o suficiente, comprei um pequeno rádio e coloquei algumas canções antigas, vou aos poucos me desprender de tudo que for supérfluo, o primeiro passo para mudar está em nós mesmo.

Isso melhorou minha autoestima, voltei um pouco a ter a paciência que sempre preservei, nesse mundo corrido devemos nos desprender de tudo que for prejudicial para o nosso corpo.